Papo Tático: Londrina 3×1 Vitória

Papo Tático: Londrina 3×1 Vitória

26/07/2019 0 Por Mateus Batista da Silva

PRIMEIRO TEMPO CONSISTENTE

Vitória saiu mais uma vez de Salvador, desta vez para enfrentar o Londrina, partida válida pela 11ª rodada da Série B. Osmar Loss manteve a mesma escalação e a mesma plataforma de jogo que havia batido o Criciúma no Manoel Barradas, num 4-2-3-1, variando para um 4-4-2.

Escolhemos Felipe Gedoz como os melhor do Vitória no jogo.

O JOGO

A formação com os dois meias vai encorpando e ganhando minutagem e entrosamento. Linhas avançavam em alguns momentos, forçando o erro na saída de bola do adversário. Ruy também aparecia na função de meia central, em algumas trocas pontuais com Gedoz. O camisa 10 fazia o papel de segundo atacante, encostando em Anselmo.

Foi um primeiro tempo bem consistente e consciente, apesar de em alguns momentos as linhas de marcação não estarem tão compactas, permitindo o jogo entre-linhas do adversário. Primeira linha muito baixa e a linha dos volantes um pouco avançada permitia isso.

ORGANIZAÇÃO DEFENSIVA

Nessa captura, equipe num 4-2-3-1, desta vez com Ruy por dentro e Gedoz na ponta. Equipe bem postada em campo, sem levar sustos.

Equipe bem alinhada num 4-2-3-1

MOMENTO OFENSIVO

Momento de recuperação de bola e saída em contra-ataque. Gedoz, como central neste momento. Wesley já dispara pela ponta, dando velocidade.

Gedoz funcionando como meia central

Loss continuou apostando nessa linha com três meias, com liberdade de movimentação para Ruy e Gedoz. Forma que deu muito certo no segundo tempo contra o Criciúma e no primeiro tempo dessa partida.

Na captura abaixo, conseguimos ver a mesma formação, 4-2-3-1, porém com o bloco mais baixo já no final do primeiro tempo. Time bem consciente do que estava fazendo.

Formação 4-2-3-1 com bloco mais baixo e com descompactação entre as primeiras linhas

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Time veio mantendo a consciência de jogo que teve no segundo tempo contra o Criciúma. Se fosse apenas uma partida, poderíamos considerar um bom jogo o segundo tempo do Criciúma e primeiro tempo do Londrina. Sofreu o gol de empate no final do primeiro tempo, vimos no retorno do intervalo, o Vitória de outrora. Desligado, displicente. Acabou levando 2 gols em 3 minutos, acabando todas as forças para uma reação. Consigo enxergar uma evolução na forma de jogar da equipe. Problema é mais psicológico do que técnico. O time está ensaiando começar a jogar. Falta muito ainda, mas está deixando de ser o bando em campo de outros jogos. Só resta no sábado, num jogo difícil contra a Ponte, ganhar os três pontos para a confiança voltar.

É isso aí galera!

Por: Mateus Batista / @MBatistaSilva

Foto:  Edição nossa