Analisando o Contratado: Romisson Lino

Analisando o Contratado: Romisson Lino

08/05/2019 0 Por Paulo Roberto

Romisson Lino dos Santos

Natural de Penedo-AL Romisson como é chamado, tem 22 anos, é destro, tem 1,85m e sua posição de origem é volante. O jogador iniciou sua carreira no Coruripe e de lá pra cá passou por outros dois clubes.

TRAJETÓRIA ESPORTIVA NO PROFISSIONAL

Romisson foi revelado pelo Coruripe, em 2016, atuou em poucos jogos e no ano seguinte se transferiu para o Londrina, clube que detém seu passe até hoje. Pelo Londrina, conheceu o atual técnico do leão, Cláudio Tencati, é outro jogador de confiança do treinador. No ano de 2017, jogou em doze jogos e não marcou gols. Em 2018, foi emprestado ao Guarani, mas só ganhou oportunidades mesmo em 2019. Foram apenas seis jogos em nove meses pelo time, e acabou sendo dispensando com contrato até meio do ano. Hoje, encontra novamente Tencati, em busca de mais uma chance na carreira, como teve com o treinador pelo Londrina.

CARACTERÍSTICAS DO JOGADOR

É um volante passador, e exerce a função bem. Tem um bote rápido com uma eficácia razoável. Jogador calmo com a bola nos pés e sabe usar o seu corpo para proteção em cima do adversário. Encurta o passe do adversário, sempre tirando seu espaço. Gosta de rodar o jogo, explora bastante o lateral-direito do seu time. Sabe cadenciar e tranquilizar a partida. É rápido para um volante, o que o faz disputar todas as jogadas, até por isso,  atua como lateral-direito também. Briga por todas as bolas.

MOMENTO OFENSIVO

Não é o seu forte. Não possui uma boa finalização, mas ajuda ofensivamente com passes rápidos, rodando o jogo para os atacantes e laterais. Tem um bom último passe.

MOMENTO DEFENSIVO

Tem uma marcação intensa e bote rápido. Protege bem a bola e inicia com eficiência a transição da defesa para o ataque.

PONTOS POSITIVOS

Passe, proteção, tranquilidade, bote ágil, briga por todos os lances.

PONTOS NEGATIVOS

Finalização, drible, poderio aéreo e ofensivo. Técnica baixa em determinados lances.

Vamos ao que interessa. Pontuação de 1 a 10:

POSIÇÃO: Volante

FÍSICO: Nota 7.0

Não tem um histórico com lesões, mas nunca jogou uma temporada inteira, sempre atuou em poucos jogos, seu condicionamento físico é duvidoso. Sem falar que nos últimos 9 meses, jogou apenas 6 partidas.

EMOCIONAL: Nota 7.5

Não tem histórico de cartões ou de problemas dentro ou fora de campo. Tem uma boa conduta profissional.

TÉCNICA: Nota 7.0

É um pouco desprovido de qualidade técnica. Mas tem um bom passe e é esforçado.

TÁTICA: Nota 7.5

Cumpre bem seu papel no esquema tático, e tem muita versatilidade, atuando em algumas outras posições caso o treinador solicite. Pode jogar como primeiro e segundo volante, além de lateral-direito. Jogador versátil.

FINALIZAÇÃO: Nota 6.5

Não possui uma boa finalização. Opta quase sempre pelo passe do que arriscar o chute ou cabeceio.

VELOCIDADE: Nota 7.5

Para um volante brigador, tem uma boa velocidade, aposta também em arrancadas, quebrando as linhas de marcação adversária.

MÉDIA: 7.15

CURIOSIDADE

Romisson não possui títulos no profissional, porém conquistou a Copa do Nordeste sub-20, em 2016, quando atuava pelo Coruripe.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A posição de volante, foi uma das mais reforças pelo clube ao decorrer do ano, o que mostra que a análise não havia sido feita da maneira correta. E ao meu ver, a contratação desse atleta, foi mal pensada. É um jogador desprovido de grande qualidade técnica e que tenta se superar na vontade. É calmo, tem velocidade e bom passe, mas muito pouco para ser critério em uma análise de contratação pra um clube da grandeza do Vitória. É um jogador de confiança de Tencati, e espero que faça valer a “moral”. Só nos resta torcer para que o mesmo supere todas as expectativas e tenha um bom desempenho.

É isso aí galera!

Por: Paulo Roberto/@Paulorobert1899

Foto: EcVitória.