A FONTE: Interinos ou Japoneses?

A FONTE: Interinos ou Japoneses?

19/03/2019 0 Por Adson Piedade

Com a demissão do técnico Chamusca confirmada, partimos para as especulações na mídia baiana sobre o possível novo nome para assumir o cargo de treinador no Esporte Clube Vitoria.

Entre os torcedores muitas opiniões diferentes, nomes diversos e perfis completamente diferente um dos outros.

Eu costumo dizer que no Brasil os treinadores são todos japoneses.

Mas, no que diz respeito a nível técnico entre conceito x metodologias. Existem treinadores que não sabem como passar as informações aos atletas e ou não tem metodologias de treinos corretas para fazer acontecer os bons conceitos que dominam.

E claro, destaco sempre que existe exceção, um grupo de técnicos acima desses japoneses, como: Fernando Diniz, Tite, Fábio Carille por exemplo.

Pelo que conheço de Vitória, deve cometer os mesmos erros de anos, vai contratar um treinador sem primeiro analisar profundamente peça por peça dentro do seu elenco, características x função e quem pode o que dentro de um modelo proposto pelo clube, é aquela pergunta que se deve fazer sempre, quem eu quero ser quando crescer? Como quem eu quero jogar? Pois, nada se cria não é!

Mas o nosso texto é informar o porquê não se utilizar os interinos funcionários do clube? Flávio Tanajura, Amadeu ou Burse.

Em meio a esses processos políticos que vive o clube, o cenário ideal era deixar nas mãos de um interino até haver uma decisão quanto à troca ou não de Presidente ainda nesse semestre.

Sobre os nomes que citei acima, o primeiro já passou por vários setores no Vitória e apresenta resultados não satisfatórios aos olhos da torcida e também pelo resultado final de sua mão de obra que é fato.

O segundo para quem não sabe, está de férias na Europa e não deve continuar a ser funcionário do clube.

E por fim, João Burse descartou qualquer possibilidade de voltar a treinar o time profissional do Vitória por agora.

Por outro lado, com esse desempenho o Vitória não conseguirá se classificar na Copa do Nordeste. Mas Adson, não é Futebol? Sim. E é claro que respeitamos o Futebol, e o improvável pode acontecer não só dentro do campo, como também fora dele, com o Vitória acertando a mão e contratando um nome que realmente consiga tirar o time desse buraco.

Por: Adson Piedade / @AdsonPiedade

 

Todos os direitos reservados ao site www.colunaecvitoria.com.br