Analisando o contratado: Victor Ramos

Analisando o contratado: Victor Ramos

17/03/2019 0 Por Paulo Roberto

Victor Ramos Ferreira, natural de Salvador-BA, Victor Ramos tem 29 anos, é destro, tem 1,92m e zagueiro. Assim como seu atual companheiro de elenco, Neto Baiano, o xerife vem pra sua quarta passagem pelo clube. Victor surgiu nas categorias de base do Vitória, é aqui pelo rubro-negro baiano, foi revelado para o mundo do futebol.

TRAJETÓRIA ESPORTIVA NO PROFISSIONAL

Estreou pelo profissional do leão em 2008, porém só conseguiu titularidade em 2009, quando chegou a forma uma trinca na zaga com Anderson Martins e Leonardo Silva. Ainda neste ano, o zagueiro foi negociado para o Standard de Liége, da Bélgica, para disputa da UEFA Champions League, após altos e baixos no time belga, Victor Ramos fechou com o Vasco, por empréstimo, em julho de 2011, mas passou boa parte da temporada no banco de reserva. No ano seguinte, retornou ao Vitória, e fez uma ótima temporada, ajudou no acesso a série A daquele ano, foi um dos artilheiros da equipe e caiu nas graças do torcedor. Em 2013, também ajudou o time na histórica campanha do Brasileirão, onde o Vitória terminou o a competição em 5º, apenas a uma vaga da Libertadores. No fim de 2013, assinou com o Monterrey-MEX, para a próxima temporada, no entanto em 2014, não ganhou sequência no clube mexicano, sendo assim emprestado para o Palmeiras em 2015. No time paulista, fez um bom primeiro semestre, mas acabou perdendo a titularidade ao decorrer da temporada. Em 2016, retornou novamente ao Vitória, onde fez bons jogos, ajudando na permanência do leão na série A. De lá pra cá, passou pela Chapecoense, Meizhoushi Meixia, da China, Goiás e Guarani, o último já neste ano, mas após alegar problemas pessoais, acabou rescindindo.

CARACTERÍSTICAS DO JOGADOR

Victor Ramos é um zagueiro bem marcador. Possui uma característica difícil de ver no Brasil atualmente, marca avançado sempre que pode, longe da meta do time, avançando as linhas. É brigador, disputa todas as jogadas e não permite que o adversário ganhe terreno para criar jogadas ofensivas, opta por anular o adversário com a maior rapidez possível. Tem uma boa saída de bola, explorando bastante os lançamentos, assim Armando algumas jogadas. Devido à sua altura, tem uma grande presença aérea, tanto ofensiva quanto defensiva.

MOMENTO OFENSIVO

Apesar de ser zagueiro, e não ter como “obrigação” fazer muitos gols, Victor Ramos tem uma boa presença de área no ataque, já marcou muitos gols pelo Vitória, pode ser uma boa arma para o atual time.

MOMENTO DEFENSIVO

Gosta de atuar mais avançado, terminando as jogadas próximo ao meio de campo, o que dificulta a marcação do time em alguns contra-ataques, peca um pouco nesse posicionamento. Tem como forte os botes, e as jogadas pelo alto.

PONTOS POSITIVOS

Saída de bola, marcação forte, estatura e presença de área.

PONTOS NEGATIVOS

Pouca velocidade, dificuldade em sair jogando quando pressionado, extracampo e posicionamento avançado, que quando é equivocado, trás prejuízos na defesa.

Vamos ao que interessa. Pontuação de 1 a 10:

POSIÇÃO: Zagueiro.

FÍSICO: Nota 8.0

Não tem grandes problemas com lesões, suporta bem a carga de treinos e jogos durante a temporada. Único detalhe contra, é em relação a sua mobilidade.

EMOCIONAL: Nota 7.0

Dentro de campo, é um líder, responsável, apesar de alguns vacilos em jogos. No entanto o seu extracampo o atrapalha em alguns times, principalmente com as críticas da torcida, por conta de sua fama de baladeiro.

TÉCNICA: Nota 7.5

Tem um bom passe e lançamento, tem muita calma e qualidade nos lances aéreos.

TÁTICA: Nota 7.5

Cumpre bem seu papel no esquema tático, apesar do seu estilo de jogar um pouco mais à frente.

FINALIZAÇÃO: Nota 6.5

Bom cabeceador, mas deixa a desejar em finalizações com os pés.

VELOCIDADE: Nota 6.5

Não é nenhum um menino mais, porém mesmo assim, nunca foi um zagueiro veloz, sua lentidão o atrapalha em alguns lances de contra-ataque, na transição defensiva.

MÉDIA: 7.2

CURIOSIDADE

Em 2016, ocorreu o famoso é polêmico “Caso Victor Ramos” que envolvem Flamengo de Guanambi, Bahia, Internacional e Vitória, as equipes adversárias alegavam que a sua inscrição estava equivocada, mas ambas perderam o caso. Além disso, outra curiosidade é que o xerife é tri-campeão baiano (2009, 2013 e 2016).

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Para este colunista, a contratação de Victor Ramos é muito arriscada, por se esperar o mesmo futebol que o jogador apresentou em outras passagens, eu não contrataria! Acho válido uma garimpada mais eficaz, principalmente no Campeonato Paulista. No entanto, o atleta tem tudo para apresentar um bom futebol, tem identificação com o clube, existe uma carência na posição, terá outra companheiro experiente na zaga (Edcarlos), só nos resta torcer para o seu melhor desempenho, para que com isso, nos ajude no decorrer da temporada.

É isso aí galera!

Por: Paulo Roberto/@Paulorobert1899

Foto: Edição nossa e ECVitória.